O enxerto de tecido conjuntivo tem sido largamente utilizado na Odontologia em diversos procedimentos de reconstrução tecidual, sendo considerado padrão ouro para alguns procedimentos. O incômodo e a maior possibilidade de complicações pós operatórias relacionados à área doadora levou a busca de substitutos ao uso desse tipo de enxertia (matriz dérmica acelular e matriz colágena suína). Esta revisão tem como objetivo apresentar as diversas utilizações dos substitutos para enxerto de tecido mole até então publicados e sua previsibilidade.

Open chat