O sorriso gengival é, por definição, caracterizado como a exposição excessiva da gengiva do arco dentário superior durante o sorriso. A sua etiologia é variada e um adequado diagnóstico é fundamental para confecção de um plano de tratamento eficaz. É importante estarmos atentos à sua causa, que poderá ser o resultado de erupção passiva alterada, crescimento excessivo da maxila ou o lábio superior curto ou hiperativo ao sorrir. No caso clínico a ser apresentado a paciente apresentava sorriso gengival diagnosticado como em decorrência do excesso vertical da maxila associado à alteração na erupção passiva(Fotos 1 e 2).

Feito o diagnóstico, a indicação de tratamento combinava a impacção da maxila e aumento de coroa clínica. No entanto, a paciente se mostrou irredutível em não se submeter à cirurgia ortognática, optando, apenas, pelo aumento de coroa clínica, mesmo que tal procedimento só tenha predicados para solucionar parcialmente a sua condição. Desenvolvimento do caso: Após adequada anamnese, foi feita moldagem para confecção de placa guia de acetato de 1mm de espessura. Com o modelo em mãos realizamos a mensuração da distância da margem gengival à junção cemento esmalte que foram transferidas para o modelo(Foto 3). Com todas as medidas obtidas foi feito o recorte da placa de acetato na altura estipulada para a margem gengival pós-cirúrgica(Foto 4).

Com a paciente anestesia, a placa de acetato foi posicionada para a delimitação da linha de incisão(foto 5)

Foram realizadas incisões em bisel interno, removido um colarinho de tecido gengival(foto 6) e feito retalho mucoperiostal suficiente apenas para realização da osteotomia e osteoplastia(foto 7). Note na foto 7 a proximidade da crista óssea com a junção cemento-esmalte. Foram realizadas osteotomia e osteoplastia deixando uma distância de 3mm da junção cemento-esmalte até a crista óssea, para restabelecimento do espaço biológico(Foto 8).

Suturas simples nas papilas fecharam o retalho e posicionaram a gengiva na altura pré determinada pela placa de acetato(Foto 9).

Nas fotos 10 podemos ver o resultado cirúrgico intra bucal após 3 meses e nas fotos 11 e 12 as fotos comparativas do sorriso antes e após a cirurgia, demonstrando que o uso da placa de acetato auxilia na precisão das incisões possibilitando um incremento no resultado estético do procedimento.

Open chat